Qualidade de Vida

25.04.2011 - Amizade sólida

Conhecer os amigos traz benefícios para a relação

Você consegue responder como o seu melhor amigo se comportaria se uma pessoa precisasse de ajuda? Ou, então, como ele agiria diante de uma atitude desonesta? Um estudo da Universidade Wilfrid Laurier (EUA) mostra que se você não sabe responder a essas questões, suas relações podem estar comprometidas. “As pessoas que não procuram conhecer bem a personalidade e atitudes de seus amigos podem prejudicar suas amizades”, afirma a pesquisadora Charity A. Friesen.

Segundo a estudiosa, há diversas formas de se conhecer melhor as características de um conhecido. Por exemplo, podemos achar uma pessoa extrovertida, feliz ou tímida. Mas, uma maneira mais aprofundada de entender a personalidade de um amigo ocorre quando você analisa o comportamento desse individuo em situações específicas. "Você pode verificar que uma pessoa é mais extrovertida quando está com seus amigos e introvertida quando está em uma situação nova.", diz Friesen.

Para realizar o experimento, a pesquisadora e sua equipe recrutaram estudantes universitários e seus amigos para responderem, individualmente, um questionário. O teste incluía perguntas ligadas a perfeccionismo, timidez, ceticismo, entre outros traços de personalidade. Para cada circunstância citada na avaliação, os participantes diziam o quanto a situação era incômoda para si próprio e para o amigo.

O questionário foi chamado de “perfil se-então”, ou seja, se "isto" acontecer, então a pessoa faz "aquilo". De acordo com os resultados, as pessoas que apresentaram mais conhecimento do "perfil se-então" dos seus amigos, também tinham relações de amizade mais estreitas. Por outro lado, os amigos que sabiam pouco dos outros, tinham suas amizades afetadas.

De acordo com a pesquisadora, isso ocorre porque quando uma pessoa não conhece profundamente o amigo, ela tende a criar uma falsa expectativa sobre o comportamento dele. Assim, é comum surgir o sentimento de frustração diante da atitude do outro e conseqüentemente, ocorrerem conflitos nesse tipo de relacionamento. Friesen conclui que embora seja possível designar características a alguém que conhecemos pouco, reconhecer o perfil “se-então” do companheiro é o que realmente pode trazer benefícios à amizade.

Fonte: Psychological Science

Compartilhe
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar
Veja também

Abilio Diniz
m.uol.com.br