Qualidade de Vida

10.11.2014 - Pedale

Confira os benefícios do ciclismo

Renata Pessoa

Seja como lazer ou atividade física, pedalar traz benefícios para o corpo e a mente. Se você quer aliviar o estresse, melhorar a capacidade cardiorrespiratória ou emagrecer, o ciclismo é a modalidade ideal. Segundo a preparadora física Nathália Ormundo, uma das vantagens da prática é que ela sobrecarrega menos as articulações e, por isso, pode ser realizada também por quem está acima do peso.

Além disso, o ciclismo não exige idade mínima ou elevado preparo físico para o início da prática. Aliado à alimentação saudável, andar de bicicleta com regularidade proporciona benefícios como eliminação de gordura localizada; melhora no condicionamento físico; melhora nos sistemas respiratório, cardíaco e vascular; redução dos níveis de colesterol e da pressão arterial; controle do diabetes e da obesidade; fortalecimento e definição dos músculos inferiores.

Para alcançar os resultados esperados é importante também apostar na maior intensidade dos exercícios, com variação de terrenos (declives e aclives). Além disso, para o maior fortalecimento dos membros inferiores é recomendável aliar a pedalada com a musculação. “A intensidade do esforço faz o corpo gastar mais energia depois do exercício para se recuperar, o que favorece ainda mais a queima de gordura localizada, entre outros benefícios”, explica Nathália.

Como qualquer atividade esportiva, o ciclismo também requer atenção quanto a roupas adequadas, hidratação e postura correta na realização dos exercícios. Neste caso, verifique a altura da cela e a distância desta para o guidão, evitando que suas pernas fiquem esticadas ou flexionadas demais ao pedalar, e também que seus braços fiquem muito distantes, forçando seu tronco a se curvar mais que o necessário, o que provocará desconforto e dores nas suas costas. Antes de se posicionar, certifique-se de que todos estes itens estejam devidamente alinhados de acordo com a sua altura.

Nas grandes cidades, a crescente oferta de ciclovias e ciclofaixas, permite a realização da atividade ao ar livre de forma mais segura. Quem não tem uma bicicleta ou não dispõe de um espaço aberto onde se exercitar tranquilamente, é só recorrer às bicicletas ergométricas e às animadas aulas de spinning das academias.  O importante é não ficar parado. Pedale!
 

Compartilhe
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar
Veja também

Abilio Diniz
m.uol.com.br