Qualidade de Vida

13.10.2014 - Os benefícios da natação

Esporte melhora capacidade cardiorrespiratória

Renata Pessoa

Com o aumento da temperatura, muitos optam por fazer atividades que, além de saudáveis, sejam refrescantes. A natação é um exemplo. Nadar é uma boa alternativa para quem quer mexer o corpo e ao mesmo tempo aliviar o calor.

E não há uma idade mínima para começar este esporte. Em jovens ou adultos, a natação trabalha músculos do abdômen, membros superiores e inferiores melhorando a resistência, flexibilidade e equilíbrio. Além disso, a prática regular promove o aumento da capacidade cardiorrespiratória e, por isso, é altamente recomendada para portadores de asma, bronquite e enfisema. 

De acordo com Daniela Lavagnino, instrutora de natação da Rede de Academias Bodytech, como todo esporte, o início da prática requer liberação médica. “Pessoas com condições especiais devem respeitar seus limites, com a adequação do treinamento. Em geral, não há contra indicações; em determinadas doenças, como doenças de pele ou crises alérgicas, a natação é suspensa momentaneamente”, afirma. Ainda que seu objetivo não seja tornar-se profissional, para maximizar os benefícios advindos do exercício, recomenda-se um mínimo de 2 vezes por semana, sendo de 3 a 5, o ideal.

Outro fator positivo desta modalidade é que o contato com a água indiretamente promove o relaxamento – mesmo não sendo este o principal objetivo da atividade. “Vale ressaltar que pessoas não ou pouco adaptadas podem, num primeiro momento, experimentar certo grau de desconforto, que com o tempo é transmutado numa sensação de bem estar. Já as pessoas mais acostumadas à rotina dos treinos aquáticos conseguem obter o relaxamento da musculatura se praticarem de forma lenta, alongada e ritmada”, diz a instrutora. 

Se você ficou interessado, procure um profissional para testes cardiorrespiratórios. Depois de aprovado nos exames, basta munir-se de touca, óculos especiais e roupa de banho confortável apropriadas para a prática. Você só tem a ganhar.

Compartilhe
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar
Veja também

Abilio Diniz
m.uol.com.br